Doramas Entretenimento K-Drama
/

Go Back Couple – K-Drama

Oi, oi! Voltando com mais uma resenha beeeem atrasada. Haha ~
Go Back Couple foi um drama divertido e com personagens muito cativantes, principalmente os secundários. O drama aborda a história de um casal que acaba de se divorciar e voltam no tempo de juventude para refazer suas escolhas. É um drama leve e bem gostosinho de assistir, gostei muito de acompanhar a história do casal e dos amigos.

go-back-couple-korean-2017-1Go Back Couple
Episódios: 12 | Emissora: KBS | Ano: 2017

Sinopse: Choi Ban Do e Ma Jin Joo tem 38 anos de idade e são casados. Choi Ban Do se sente sobrecarregado com a responsabilidade de ser o ganha-pão da família e Ma Jin Joo é uma dona de casa com autoestima baixa. Apesar de estarem apaixonados quando se casaram, eles agora se odeiam e ambos se arrependem de ter casado em uma idade tão jovem. Eles viajam no tempo e se encontram com 20 anos novamente, na época da faculdade quando se conheceram.
Eu nunca vou enjoar de histórias sobre personagens que voltam no tempo, principalmente se essa volta trouxer algum aprendizado para eles, acho que por isso gostei tanto da temática de Go Back Couple ainda mais por ser uma época bem colorida e divertida que é o finzinho dos anos 90.
1
Choi Ban Do
(Son Ho Jun) e Ma Jin Joo (Jang Na Ra) se conheceram na época da faculdade e logo se casaram. Ambos eram jovens alegres, apaixonados e com muitos sonhos mas com o passar do tempo suas vidas tomou outro rumo. Eles tiveram um filho e depois de algum tempo percebem que não conseguem mais ficar juntos e se separam. 💔
Apesar deles culparem um ao outro por todos os problemas que estão passando, o drama vai mostrar ao longo da história que não é bem assim como eles pensam. E o mais legal é que tanto a gente que está assistindo ao drama, quanto os personagens, vão descobrindo ao mesmo tempo os reais motivos de ambas as partes.
2
Comecei o drama odiando o Ban Do com todas as minhas forças, achava ele um péssimo marido, um pai bem mais ou menos, mas aos poucos fui mudando de opinião, e prefiro não entrar muito em detalhes pra não dar spoiler.
Já a Jin Joo eu adorava ela, pensava que ela tinha razão em todos seus argumentos e achava os motivos dela mais que suficientes pra decisão do casal, até que novamente mudei de opinião e não era nada daquilo que eu imaginava. Olha só como são as coisas, isso é uma lição pra nossa própria vida mesmo, nem tudo é o que parece e não há nada que não possa ser resolvido com bons diálogos.
Enfim, mudei de opinião diversas vezes, até o fim pra falar a verdade, porque muitos problemas do casal são “esclarecidos” com os flashbacks, e a volta do casal aos tempos de faculdade.
3
Ambos voltam com sua aparência aos 20 anos de idade, e eles se odeiam tanto que não querem nem ver um ao outro. E aí começa a história mesmo, quando eles tentam “refazer sua vida” fugindo das escolhas e das pessoas “erradas”. Mas não é tão simples quanto parece, afinal… eles tinham um filho, e onde ficou a criança nessa história toda? Isso não vou contar aqui. 🙊
Só quero dizer o quanto o filho deles é lindo, lindo, lindo e um bebê todo sorridente! Gente, já sou fã dessa criança! Sério! 😍😍
O desenvolvimento da história foi ótimo, as situações na faculdade, o reencontro inevitável dos dois, as vantagens de ser jovem novamente, era tudo muito divertido, mas o s primeiros episódios do drama foram infinitamente mais interessantes do que os últimos (últimos mesmo, os dois últimos pra ser mais exata). Porque achei que correram com as coisas, ficou um pouco sem sentido, meio “normal”. Mas mesmo assim gostei muito, muito do drama.
4
Mais do que acompanhar a história do casal, eu gostava de acompanhar os amigos deles. Aquele grupinho de amigos que me divertiu horrores e que vai ficar guardado na minha memória como um dos grupos de amigos de doramas mais amorzinhos!
Me divertia tanto com o casalzinho diferentão Jae Woo (Heo Jeong Min) e Bo Reum (Han Bo Reum) e a fofa (nem sempre tão fofa) Cheon Seol (Cho Hye Jung) mas o melhor da turma pra mim era Dok Jae (Lee Yi Kyung) que me conquistou logo que apareceu com aquele cabelão hahaha sério, esse personagem era o melhor! hahaha 😂😂❤️ 
Shippei Seol com Dok Jae? Shippei muito!! Shippo esses dois atores desde Because It’s The First Time!
8
Acho que o melhor de tudo foram os atores, eu gosto de todo mundo desse elenco de secundários, eles sempre arrasam! Que escolha perfeita!
Essa turminha com os cenários, figurinos e músicas do fim dos anos 90 deixou o drama ainda melhor. 💛
5
Outro ponto que me emocionou bastante em Go Back Couple foi o relacionamento mãe e filha da Jin Joo e sua mãe. Tão bonitinha ela seguindo a mãe o tempo todo quando volta no tempo. Jin Joo teve uma oportunidade tão única, pode rever sua mãe, poder abraçá-la, realizar as vontades dela. 💕
6
Claro que quando há romance nos dramas também há o secundário, ou a secundária e no caso de Go Back Couple tinha os dois, mas eu não sei se foi algo fraquinho ou eu que não dei bola mesmo, mas pra mim, nem Nam Gil (Chang Ki Yong) nem Min Seo Young (Ko Bo Gyeol) tinham chances. Provavelmente porque coloquei na cabeça que o casal principal voltando no tempo resolveria os problemas e ficaria junto de novo é que não consegui shippar com outros.  Nam Gil era um moço bonzinho, dava pra ver que ele era apaixonado pela Jin Joo, mas não dava, não via química, e ela se comportava com uma mãe dele, era fofo nesse sentido apenas.
7
Enfim, Go Back Couple tem viagem no tempo, é divertido, tem um grupo de amigos hilário e é curtinho, apenas 12 episódios! Recomendo muito! ❤️
 

Onde assistir?

Tem legendado no Kingdom Fansub.
 
E vocês o que acharam de Go Back Couple?
 
Beijos, Mari. 😘

15 comentários em “Go Back Couple – K-Drama

  1. Eu gostei muito de Go Back Couple, mais pelas coisinhas que “aprendi” no dorama ~
    Eu sinceramente achei bem legal o dorama, só achei os últimos episódios muito “corridos”, acho que apressaram o desfecho.
    Eu comecei o dorama já de cara lembrei de Emergency Couple, que começou mostrando o casamento deles e depois eles se separando.
    Até o Ban Do e o Chang Min faziam a mesma coisa e eu ri bastante com a semelhança.
    O que diferenciou é a temática de retorno no tempo e o outro se tratar de médicos, mas enfim.
    Eu comecei o dorama adorando a Jin Joo, e ela foi a que fez eu chorar a maior parte do tempo, e quando tinha as cenas com ela e a mãe dela eu não aguentava.
    Outras partes que me deixavam com o coração bastante </3 era quando ambos lembravam do Seo Jin, pois eles não "podiam" simplesmente seguir a vida como se eles não tivessem construído nada anteriormente.
    O relacionamento deles ter dado errado foi a consequência da falta de diálogo que foi acumulando durante o período do relacionamento deles, e essa viagem no tempo foi a chave para que eles pudessem encaixar esse "erro" que eles tiveram, apesar de no começo parecer que eles se odiavam, no fundo eles sabiam que ambos se amavam.
    Eu fiquei com muita dó do Nam Gil, eu nem cheguei a shippar ele com a Jin Joo, mas meu coração ficou </3
    Diferente da Seo Young que já tinha entendido logo que ela não tinha espaço para o Ban Do, o Nam Gil ainda tentou, mas depois ele viu que realmente não tinha espaço no coração dela.
    ~ não consegui escrever mais ~

    1. Oi Mitty! Concordo, o final deveria ter sido feito com mais detalhes, foi corrido demais, será que o motivo foi os 12 episódios? Pode acontecer de o drama ter sido feito pra 16 e aí foi cortado, já aconteceu com outros dramas que eu estava amando. E o resultado é esse mesmo. 🙁
      Bem lembrado, Emergency Couple serviu como uma pequena inspiração haha
      Exatamente, a falta de diálogo foi o maior problema. ~SPOILER~ A cena que o Ban Do fala que vai fazer algo pra ela comer e ela tá lá triste no sofá fiquei de coração partido, porque poxa, ela deveria ter falado antes que ela estava triste e queria o apoio dele, enquanto ele deveria ter conversado também dizendo que estava fazendo aquilo pra ver ela sorrir, pra ela ficar bem… Uma pena que precisou de tanto trabalho pra fazer eles perceberem que tudo era falta de comunicação.
      E por que não conseguiu escrever mais? haha
      Obrigada pelo comentário! ♥

      1. Eu estava no meio do trabalho ~ shiiiiiu u-u ~
        Aí eu estava escrevendo e fazendo as coisas, aí deu uma corrida aqui e mandei o comentário como estava se não nunca ia mandar x-x
        SIIIIIIIIM, e eu acho que foi legal eles perceberem que tipo, eles precisam falar a “verdade”, afinal eles eram um casal, mas eu adorei o dorama <3

  2. Oiie Mari ^^
    Bom, eu adorei o dorama principalmente pela linda mensagem q ele deixa, eh algo tão bonito e simples q nem deixou encantada com o dorama <3
    Os personagens secundários foram maravilhoso, me diverti horrores com eles! E a relação da prota com a mãe foi muito amorzinhooo, eu amei elas ❤️
    Então eh isso ^-^
    Bjsss

  3. Oi Mary, sempre venho aqui para olhar suas resenhas, e fiquei feliz por voce ter feito desse drama tão fofo.
    Sou casada e des do começo eu entendi e ja sabia o motivo da separação deles, o que mais me deixou put@ da vida foi ele nao contar para ela as coisas que ele estava passando.
    Sou casada e sei que a base do casamento é o diálogo e eles nao tinha isso.
    Eu shippei super errado kkkkkkkk mais muito errado, nunca gostei do marido e muitas comentários que ele faz , em certos momentos, me incomodaram.
    Foi um belo drama, eles mostraram que um casamento não é um mar de rosas e que há muitas coisas para se superar nessa nova jornada.

    1. Oi Juliane! Aii que bom ter a opinião de uma pessoa casada pra esse drama. Ele realmente deveria ter contado, eu também fiquei muito brava com ele, mas no fim acabei gostando. Hahaha ainda bem que eu não shippei errado porque é ruim demais. Realmente, eu gosto desse tipo de história que mostra a verdade, porque a gente só vê dramas que param até quando os mocinhos ficam juntos mas e o resto né? haha
      Tem outro nesse estilo que é o Emergency Couple, você já viu?
      Beijos e obrigada por comentar e acompanhar as resenhas! ♥

  4. Oii, Mari.
    Estou com raiva porque não poderia ter episódios 16.. POR QUÊ APENAS EPISÓDIOS 12?
    Amei muito essa dorama que terminei de assistir ontem.
    Acho importante essa dorama mostra para todo mundo porque alguns casal ja tiveram essa situação e acabaram a separam, por isso acho muito importante. O tempo de volta é uma chave para casal entender melhor sobre isso, mas sei que a viagem do tempo não existe, mas podem conversar sobre o que acontecem, precisam falar a verdade, dar apoio e tudo.
    A Ma Jin Joo arreprendeu de nao ficar muito com mãe dela, no viagem do tempo, ela ficou tao emocionado e ficou com ela para aproveitar bastante.. Isso mostra que todos os filhos e as filhas devem ficar com mãe que importa, preocupa, ama, incentiva e tudo.
    O Choi Dan Bo aprendeu o erro que ele fez. ~SOPILIER~ A Jin Joo disse para Dan Bo que deveria chorado comigo, deveria me abraçando, e ai outra dia, Jin Joo chorou e ligou para Choi Don Bo e disse “Estou chorando.” “Devo chorar sozinha novamente?”, e Dan Bo correu para ficar com ela, mas aconteceu que ele tive uma acidente de carro. Isso significa que ele entende a Ma Jin Joo. tudo. Ambos se amam, se preocupam e amam Seo Jin, filho sorriente mais lindo que ja vi, só que não contam a verdade, foi assim que eles começou a afastar…
    Amei muito os amigos de Choi Dan Bo e amigas de Ma Jin Joo, ri muito com eles.
    Ma Jin Joo e Choi Dan Bo fizeram uma vingança para Doutor Park foi bravooo.
    Final, amei muito essa dorama, foi um divertido e emocionante pois eu chorei haha. Mas, últimos episódios foram corridos, mas tudo bem, amei muito mesmo!!
    Então, isso é minha opinião!
    Amo seu blog.
    Beijos, Bekka.

    1. Oi Bekka! Aw, é verdade. Os casais precisam conversar mais pra se entenderem, nem tudo se resolve se separando, nem tudo PRECISA ser resolvido dessa forma, principalmente quando ainda há amor.
      Obrigada pelo comentário! Fico muito feliz! Beijos! ♥

  5. Olá, Mari!
    Eu gostei bastante do drama, mas precisei me esforçar pra assistir aos dois capítulos primeiros pra embalar, a situação dos protagonistas era tão comum e ao mesmo tempo tão deplorável, que me senti meio sufocada no começo. Depois, a sensação de renovação quando voltam à juventude, de poder ser dependente dos pais, da presença constante dos amigos (quando a prioridade de todos é a mesma), aliviou os protagonistas e tb quem tava assistindo. Como, aos poucos, a história vai revelando os motivos do desgaste do relacionamento, que começou tão bonito quanto qualquer final feliz de dorama, foi muito inteligente. O que comentei no “Because this is my first life” acredito que caiba aqui tb: a história parte de um clichê do gênero, mas a forma de apresentar os acontecimentos tem originalidade e é inteligente nos pequenos detalhes, no que há de mais comum nos relacionamentos humanos (o que vai além do casal principal, vale tb entre mãe e filha, entre amigos e a colega que some, entre a protagonista e seus próprios talentos negligenciados depois do casamento…).
    Adorei a forma com que a autora “manipula” nossos sentimentos, nos fazendo sentir o peso de um relacionamento desgastado e a leveza daquele grupo maravilhoso de amigos, a tristeza de perder a mãe e aquela sensação milagrosa de se poder abraçá-la mais uma vez… Eu não sou de chorar em dorama, mas as cenas da protagonista com a mãe me deixavam com um nó na garganta. Enfim, é isso! Adoro seu blog! Um abraço!

    1. Oi Maria! Os dois últimos episódios não foram tão bons assim mesmo, infelizmente. 🙁 Mas como você disse, também adorei a forma como o drama manipula nossos sentimentos.
      Obrigada mesmo! ♥♥ Beijos!

    2. Seu comentário tanto sobre Go Back como Because me contemplou demais. Precisamos de mais autores que manipulam como os desses dramas, valeu muito assistir e sentir tudo isso 😍

  6. Preciso externar o que senti assistindo Go Back Couple que já tenho certeza de ter entrado no rol de meus favoritos (e você sabe como sou exigente nesse rol, ah como sabe).
    Comecei esse drama cheia de achismos e levei uma boa rasteira, esse foi o motivo para Go Back Couple entrar em meus favs.
    A semelhança de Emergency Couple no início foi logo cortada pela existência do pequeno Seo Jin e o lance da viagem no tempo. Até aí novidade nenhuma, dramaland acostumado com esses vai e vens. Porém contudo todavia a parada começa a dar um nó na minha mente quando eles voltam no tempo e se permitem que um saiba que o outro ainda guarda a consciencia de antes, pois mesmo disfarçando era impossível esconder. Eu achei que eles iam fugir loucamente um do outro como muito drama faz poraí só que a estória preferiu seguir com eles interferindo na forma mais certa no passado: convivendo a partir da “amizade torta”. A cumplicidade do matrimônio desgastada com o tempo veio nas tais “férias” que o acaso do destino deu fazendo eles voltarem (apesar do final tosco no olimpo kkkkkk mas perdoo por ser parte do alivio comico pois pra mim de leve esse drama não teve nada).
    Os diálogos com os pais tinham tanto valor quanto os toques dos amigos/pretendentes (os tais primeiro amor), porque mesmo quando entendiam vários nadas acabaram por guiar e demonstrar os pontos de vista e atitudes que o BanDo e a Jin Joo estando casados muito precocemente não puderam ver ou viver.
    A mãe da Jin Joo para mim foi peça essencial. Como eu já amo as atrizes há muitos dramas, Kim Min Young tanto quanto a Nara, o choro era certo. Que precisão cirúrgica em tocar nos pontos dolorosos do drama e transformar em lição. Aquelas que cansamos de ouvir e falar mas continuam difíceis fazer. O amor do Ban Do pela sogra eu também nunca vi ser abordado dessa forma em outro drama, talvez eu tenha que ver mais dramas familiares… Pena que foram só 12 eps e mesmo com a sensação de correria fiquei satisfeita com os finais.
    É real. Nunca podemos tomar as pessoas como garantido porque elas não duram pra sempre.
    Feliz de ter assistido Go Back Couple como meu 101°, vou sempre lembra-lo e recomenda-lo. Obrigada pela resenha 💛

    1. Oi Ed! Fiquei surpresa sim que colocou Go Back Couple nos seus favoritos! Mas muito feliz. Haha
      Ahahahahah “apesar do final tosco no olimpo”. Realmente o relacionamento dela com a mãe foi de arrancar pedaços do meu coração. Eu não sabia se ficava feliz pelo reencontro delas, ou triste porque acabaria um dia. Mas as lições são ótimas. Você tocou num ótimo ponto que não percebi sobre Bang Do e a sogra. Verdade.
      Obrigada pelo comentário! Beijos ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *