Doramas Entretenimento J-Drama
/

Todome no Kiss (Kiss That Kills) – J-Drama

Olá dorameiros como vocês estão?! Tem muito drama novo saindo esses dias, estou com a minha lista toda atrasada, socorro! E mesmo nessa bagunça de tanto drama pra ver, acabo sempre tendo algum favorito ou surto do momento. E hoje vim contar sobre um jdrama que eu não dava nada e depois me peguei viciadíssima.
Se você me segue no twitter provavelmente viu os meus surtos. Tudo começou quando a minha amiga Dri começou a ver o drama, e ela sempre falava o quanto estava adorando, resolvi dar uma chance por causa dela (obrigada Dri!) e olha foi maravilhoso demais! Como eu surtei nesse drama, ficava ansiosa, nervosa, confusa e cheia de amor! ❤
Todome no Kiss (ou Kiss That Kills) é um j-drama viciante com uma história um tanto obscura e confusa sobre um tal de “beijo matador” que faz os personagens viajarem no tempo.

Todome no Kiss (Kiss That Kills)
トドメの接吻
Episódios: 10 | Emissora: NTV | Ano: 2018

Sinopse: Dojima Otaro trabalha como um host popular. Por causa de um incidente passado, ele acredita que o amor torna as pessoas infelizes. Ele agora só busca dinheiro e poder.
Uma mulher misteriosa aparece na frente de Dojima Otaro. A mulher misteriosa tem um rosto pálido com lábios vermelhos. Ela o beija e ele morre, mas no próximo momento ele recupera a consciência. Ele percebe que voltou 7 dias no passado. A mulher misteriosa também o segue. Devido ao beijo dela, Dojima Otaro morre e volta para o passado uma e outra vez fazendo ele ficar preso em um “ciclo de morte” .


Confuso? O primeiro episódio eu só conseguia pensar “não estou entendendo nada”, “que drama esquisito” e até mesmo “ah, acho que vou desistir, não tá rolando não”… Mas aí chegou o fim do episódio e eu pensei “poxa, estou curiosa, vou ver o próximo” e aí depois eu pensei “EU PRECISO DE MAIS!” não teve mais volta. Nessa época maratonei até o episódio 7, e não tinha mais nenhum pra ver, fiquei ansiosíssima esperando por mais.
Todome no Kiss tem uma história que vai ficando mais intrigante a cada episódio, o suspense está presente desde o começo e se desenvolve num bom ritmo até o fim do drama, a atmosfera é um tanto obscura. Em alguns momentos a cinematografia e até alguns efeitos especiais fazem o drama parecer ligeiramente duvidoso e de má qualidade, mas logo nos primeiros episódios a história gera curiosidade ao apresentar personagens misteriosos e “viagem no tempo” através de uma forma muito inusitada: um beijo matador.
O desenvolvimento dos personagens é excelente. Os protagonistas “crescem” juntos na trama nos fazendo nos apegar a eles de uma forma toda especial, já que ambos são “diferentões”.

Dojima Otaro
, também chamado de Eight (Yamazaki Kento) é um host (“anfitrião” que trabalha num clube), um oportunista ganancioso, que tem casos com mulheres por interesse na riqueza delas. Ele não se apaixona e nem acredita no amor, ele é revoltado por conta de um acidente que aconteceu anos atrás, quando ele perdeu seu irmão. E por mais que essa descrição do personagem o faça parecer um homem egoísta, é possível se apaixonar por ele ao longo do drama, tanto porque ele vai mostrando seu lado humano aos poucos, como também porque ele é maravilhoso de qualquer forma, principalmente quando sorri daquele jeito cínico que só Otaru consegue.😏 Um personagem inteligente e um protagonista longe dos padrões de “moço perfeito”.
Kento fez uma atuação tão incrível que me fez ser ainda mais fã dele. O personagem é tão diferente de tudo que ele já fez, e certas cenas no drama são tão emocionantes que deu pra sentir mesmo o quanto ele amadureceu e está atuando ainda melhor. Só sinto orgulho desse menino talentoso. 💖
Otaru finalmente encontra a sua “fonte de fortuna”, uma moça bonita e herdeira de uma família rica. Ela planeja fazê-la se apaixonar por ele, mas na tentativa ele encontra uma mulher assustadora que o beija e o mata. Só que na verdade ele não morre mesmo, ele volta no tempo 7 dias. E essa mulher fica aparecendo e o matando constantemente e ele não entende por que. ~ É difícil explicar, me desculpa. Talvez vocês não estejam entendendo. haha 😅

Sato Saiko
(Kadowaki Mugi) é uma moça completamente estranha e tem um sorriso assustador. Ela é a misteriosa mulher do “beijo matador” que persegue Otaru. Ela foi uma grande surpresa nessa história, porque eu tinha até um medinho dela no começo, mas a verdade é que Saiko é a melhor personagem do drama, uma heroína! Ela é doce, inocente e adorável, não tem como não desejar o melhor pra Saiko. E quanto mais o drama avançava mais ela se tornava especial pra mim.
Não conhecia atriz, mas já posso dizer que amei. Fiquei curiosa pra ver outros trabalhos e dela vou conferir alguns em breve.
E como Otaru não é bobo nem nada, óbvio que ele não perderia a oportunidade de desfrutar dessa maravilha que é voltar no tempo sempre que quiser e poder mudar sua vida até que ela esteja perfeita. Com isso, Otaru e Saiko vão criar um relacionamento que a princípio é baseado “num contrato” mas aos poucos se torna algo especial.

Namiki Mikoto
(Araki Yuko) é a moça rica de quem Otaru precisa se aproximar. Não gostava muito dela não, mas a verdade é que dava até dó da Mikoto, sendo jogada de um lado pro outro nessa história.
Namiki Takauji (Mackenyu) é irmão adotivo da Mikoto, mas eles carregam um sentimento especial um pelo outro. Takauji é o vilãozinho da história e não posso mais falar sobre ele, porque está envolvido em uns assuntos aí… 🙊🙊

Harumi Ittoku
(Suda Masaki) é de longe um dos meus personagens favoritos desse drama, por ser muito excêntrico e com toda a maluquice dele esconde bem o coração de ouro. Harumi é um morador de rua, é inteligente, canta, toca e é muito divertido. Haha Amo, amo, amo Harumi!  💛 Responsável por boa parte das risadas que dei assistindo a esse drama, Harumi fez eu criar várias teorias sobre quem ele era, e o que ele ia fazer, um personagem que a princípio é tão “aleatório” mas vai ganhando cada vez mais importância.
Também amei a parceria entre ele e Otaru, fiquei tão feliz quando descobri que os atores eram amigos na vida real. ♥
Todo elenco foi ótimo, talvez eu tenha achado a Araki Yuko um tanto sem sal, mas provavelmente o problema é a personagem. Quando ao Mackenyu, foi uma escolha ótima, ele e Kento no mesmo drama é pra deixar a visão bem mais agradável, além disso, ele é um excelente ator. E quanto ao Suda Masaki, estou morrendo de amores por ele. Todos os secundários também foram muito bons, não citei aqui porque não tenho muito o que dizer. Mas gostei bastante de ver o desenvolvimento deles também.

O assunto principal do drama não é romance, mas não tem como não shippar. Saiko e Otaru são bem diferentes mas é isso que dá o equilíbrio ideal pra história. Todas as situações que eles vivem os fazem aprender e crescer juntos. Além disso, só eles entendem o que está acontecendo, só eles sabem o segredo de voltar no tempo, só eles conseguem manipular tudo e compartilhar um segredo tão importante assim os faz ficar cada vez mais próximos. E nos faz desejar ver cada vez mais cenas deles juntos. ❤❤

Apesar de que posso afirmar com clareza que eu nunca vi tanto beijo num drama só! Fiquei até surpresa no começo por mostrar cenas picantes e muito, muito, muito beijo! Alias, nos primeiros episódios, os beijos são muito sinistros, dá um medinho, uma desconfiança da Saiko… depois os beijos vão ficando cada vez melhores, com significado, com sentimentos (não tô falando só de amor não, tem raiva, medo, confiança… ). Torci tanto por Saiko e Otaru! Meus lindos, meus amores, casal maravilhoso! AAAAAAAAAA! 💖💛
Eu já falei que a história vai ficando melhor a cada episódio e repito agora que falei do casal. Porque além da gente se preocupar com as várias besteiras que Otaru faz (sério, as vezes dava vontade de dar tapas do menino pra ver se ele parava de ser tão ganancioso, meu Deus que raiva!) mesmo que com muita inteligência e genialidade, claro, porque mexer com passado, presente e futuro sempre tem consequências, né? (migos, dorameiros tem mestrado em viagem no tempo) A gente também se apega aos personagens principalmente nossos protagonistas queridinhos e tem muita coisa em jogo. Histórias do passado e brigas por poder, dinheiro e amor…. É uma mistura boa que me deixou tensa do começo ao fim. Sério, esse drama é maravilhoso!

Talvez você tenha me visto reclamar do final do drama, mas vou explicar. Não é que eu não gostei do fim, mas não amei. Confesso que estranhei muito, demorei alguns dias pra processar, até que finalmente entendi o que os roteiristas quiseram transmitir, mesmo não concordando com a forma escolhida. Mas tenho que admitir que adoro finais diferentões e acho ótimo que os dramas optem sempre por inovar ao invés de usar a fórmula de sempre.
E por mais que tenha sido diferente do que imaginei e que eu tenha gostado de algumas coisas e de outras não… continuo recomendando demais esse drama, porque é maravilhoso demais sim ~e muito inteligente! ❤
Vou falar mais sobre isso no fim do post na caixinha de spoiler. Não se preocupe que se você não quiser ler, não vai pegar spoiler “sem querer”. 😊
Pra terminar a resenha (calma que tem mais coisa no post), vocês precisam ouvir essa música incrível Sayonara Elegy do Suda Masaki, isso mesmo, o ator que faz o mendigo. ❤ Tem também no Spotify. Não o conhecia e agora sou fã, viciei em todas as músicas dele!
https://www.youtube.com/watch?v=bZSm8p3O-Rg
 


Todome no Parallel – O Spin Off de Todome No Kiss

Todome no Parallel,  é um spin off de Todome no Kiss. Esse spin off lançava pequenos episódios de 10 minutos pela internet após a transmissão do jdrama na televisão japonesa. As histórias desses pequenos episódios mostram um pouco do que acontece após a morte de Otaru quando é beijado pela Saiko, é praticamente um mundo paralelo mesmo. O que é interessantíssimo, já que eu sempre ficava me perguntando o que acontecia no mundo em que eles morriam. E é uma ótima alternativa pra quem não ficou tão satisfeito com o final, ou que deseja ver mais, como eu.
Eles são difíceis de encontrar ainda, mas sigo na fé de que saia logo as legendas de todos os episódios. Até agora só achei com legenda em inglês dos episódios 1, 2 e 3 no fansub do Kento. Qualquer novidade, volto pra colocar os outros links aqui.
 
 

Comentários COM SPOILER porque necessito desabafar.

Comentários com SPOILER ~ clique para ler

 Eu fiquei muito feliz pela forma como Saiko evoluiu durante o drama. Ela era uma garota assustada, sozinha e que acahava que nunca poderia se apaixonar, mas encontrar alguém que queria os beijos dela, por mais perigosos que fossem, foi uma das coisas que a fez abrir os olhos. Quando ela sai pra “lua de mel” com o Harumi (ri tanto nessa parte ahahaha) e ela diz que está feliz, mesmo que seu amor não seja retribuído, ela está feliz por ter a oportunidade sentir isso novamente, de sentir-se apaixonada. Foi tão lindo! Como Saiko é inspiradora, parei pra pensar nisso por um tempo, e é verdade, quando a gente ama alguém, seja um par romântico, ou amigos, família… o sentimento por si só só já é bom demais, amar não significa querer algo em troca. 💖 E esse sentimento faz bem pra nossa alma, cura feridas, nos faz mais leves e nos torna pessoas melhores. Ela amou até o fim, sem arrependimentos.
O que eu queria que tivesse acontecido no final, era que Saiko e Otaru ficassem juntinhos, mas gostei tanto da evolução dele, que depois fiquei satisfeita. Otaru passou de um homem que não se importava com ninguém a não ser ele mesmo para um homem que sacrificou sua felicidade em prol dos outros, principalmente a Saiko. A cena que ele está conversando com Mikoto e dizendo que ama Saiko, que quer a felicidade dela, é tão bonita e ao mesmo tempo tão triste. 😭 Otaru era um idiota a maioria das vezes, pena que ele percebeu tarde o tanto que Saiko era importante pra ele. Lá no meio do dorama, quando ele descobre que Saiko beijou a Mikoto para salvá-lo, e ele sai correndo pra encontrar ela… aquela cena me fez surtar. A expressão dele de desespero por não saber o que pensar e o que sentir. Ele sabia que estava sentindo gratidão naquele momento mas ao mesmo tempo também sentia confuso, porque ele não tinha sentimentos há muito tempo. E quando ele abraça ela com vontade, me deu uma alegria. ❤ Aquilo fez tão bem pros dois! Pra ela que precisava se sentir útil, se sentir amada. E ele que precisava de alguém com o coração quentinho pra quebrar o gelo.
 Agora vamos falar da atuação maravilhosa do Kento, princpalmente nessa cena em que Saiko morreu, partiu meu coração demais! Eu já imaginava que isso ia acontecer, já até tinha pegado alguns spoilers sobre isso. Mas quando vi esse menino chorando assim, meu Deus, não contive meu coração e fiquei tão abalada. 😭💔 Acho que o tanto que eu shippei também colaborou, o que vocês acham? Kento atuou maravilhosamente bem ou foi o surto do memento que me fez pensar isso?
Fiquei triste que os dois não ficaram juntos? Fiquei. 😭 Mas fiquei emocionada por ele ter desistido de tudo por ela. E como o final foi meio aberto, na minha cabeça, os dois se encontram depois e ficam juntos felizes pra sempre.❤ haha

“Eu vou esperar você” e o sorriso dele foi uma das cenas mais bonitinhas 💛

Toda a história do Otaru com a mãe, o pai e os arrependimentos e mágoas que ele guardava foi resolvida para nossa felicidade e graças a maravilhosa Saiko. Eu morria de dó da mãe dele e fiquei muito feliz que ele conseguiu se aproximar dela de novo e deixar os sentimentos ruins de lado.
Por muito tempo durante o drama fiquei achando que o Kouta ainda estava vivo de alguma forma. Ou que o Kouta era o Harumi. Ficaria feliz se o Harumi fosse tipo o Kouta, que mesmo morto veio pra Terra dar uma forcinha pro Otaru e Saiko… mas não foi assim, tudo bem também haha Harumi foi maravilhoso no fim, né? Embora eu ainda tenha ficado confusa sobre ele. haha pelo menos a teoria que criei em que Harumi tinha que beijar o Otaru aconteceu. E aquele beijo foi hilário demais! hahah
Fiquei feliz com “as coisas meio arrumadas” depois que Otaru voltou no tempo no último episódio. Fiquei feliz pela Mikoto e Takauji, afinal, por mais que ele seja um trouxa de vez em quando, eles se amavam desde o começo, né? E o Otaru estragou tudo. Haha.
No geral, toda a parte de viagem no tempo, a forma como acontecia e como os personagens se envolveram nisso foi muito boa. E sem pensar no ship, o final é muito bom, é um desfecho bonito e tão complexo quanto a história.

E termino com uma das frases mais sofridas que Otaru disse:

“Eu amo a Saiko. A vida sem ela é tão dolorosa que não dá pra suportar” 💔❤

 

[collapse]

 
 

Onde assistir?

Tem Kiss That Kills legendado no Mahal Fansub!
 
 
Só queria dizer que as fotos dos bastidores são ótimas! Deixo algumas aqui pra vocês.


E é isso. Termino o post por aqui, ainda ouvindo a trilha sonora e amando ainda mais esse drama depois de escrever sobre ele.
Se você já assistiu vem me contar o que achou!
Beijos, até logo! 😘
 
 

10 comentários em “Todome no Kiss (Kiss That Kills) – J-Drama

  1. Olá Mari!
    Apesar de estar sempre uma correria com o blog lá, vida e doramas, sempre costumo passar dar uma olhadinha no lovecode e conferir suas resenhas e recomendações! Com todo o meu coração, eu realmente andei apaixonada pelo lovecode.
    Eu quase sempre estou assistindo os lançamentos coreanos, então nem penso em ver outros tipos. Mas, confesso que os seus surtos no twitter me deixaram super curiosa! E agora com a resenha prontinha e lida acabei ficando ainda mais interessada.
    Enfim, passei para avisar que estou abrindo uma folga na minha lista e puxando esse j-drama para assistir graças as suas palavras. EAHUIEHAIUJIA
    Obrigada pela dica! A resenha está linda como sempre. <3
    Em breve darei minha humilde opinião sobre esse hino JEIAJIOEJAIO e recordarei das suas palavras.
    Beijos Mari!

    1. Oi Sá! 💕 Você é uma fofa, sabia? Haha espero que goste desse jdrama. Eu também costumo ver mais as produções coreanas, porque gosto mais da fotografia e da parte técnica sabe? Mas confesso que tem muitas histórias japonesas que são boas demais, por isso de vez em quando gosto de dar uma variadinha, mesmo que pouco haha
      Obrigada por esse comentário lindo, e estou ansiosa pra ver sua resenha sobre o drama! 😍😍
      Beijos Sá!

  2. Oi, Mari! Falou jdrama, tô por aqui!
    Gostei bastante desse drama. Comecei pensando que seria de um jeito, mas acabou de outro bem mais interessante embora um pouco triste (e feliz como vc disse) Haha
    No começo, confesso que achei um pouco forçada a atuação do Kento, mas no decorrer da trama ele conseguiu convencer bastante. Deixou a fama de principe do shoujo e fez bem num papel diferente do habitual. Sobre a ost… que música legal! Suda Masaki é um senhor camaleão e ótimo cantor. Sugiro que veja outros trabalhos com ele, como por exemplo o filme mais recente de Death Note. 😉
    Gostei muitão da resenha. Sabe que siu sha fã, né? 😍 Bjs

    1. Oi Paty, eu tô com saudades de bater papo de dorama com você, principalmente os históricos. Cadê sageuk surtante pra gente comentar? haha
      Vou seguir suas recomendações e ver o filme com o Suda Masaki sim, obrigada! ♥♥ Beijos!

  3. Muito interessante pela sua resenha mais que pela sinopse, tão confusa que pode ter afastado gente de querer assistir o drama. Parece até ter nascido de um mangá/anime, que nem Erased, mas tem um jeito muito diferente de voltar no tempo O____O pode ter certeza de por na lista de J-dramas que anda muito rasinha ainda em comparado aos K-dramas. Obrigada novamente Mari desu~♥

    1. Oi Ed, parece muito ter saído de um mangá/anime haha Tem um jeito beeeeem diferente de voltar no tempo, isso que me deixou mais curiosa no começo. Espero que possa assistir em breve! haha obrigada pelo comentário Ed ♥ Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *