radiantoffice_featured
Doramas, Entretenimento, K-Drama

Radiant Office – K-Drama

Confesso que Radiant Office não foi como eu esperava, me irritei com algumas coisas durante o drama mas acabei gostando por abordar o tema da busca pelo emprego e sucesso profissional de uma forma realista. A gente acaba se identificando em diversas situações do cotidiano no trabalho. A busca pelo emprego, a convivência com pessoas difíceis, a corrida pelo sucesso e mais ainda, como você viveria se só tivesse alguns meses de vida?


Radiant_Office-p2Radiant Office | 자체발광 오피스
Episódios: 16 | Emissora: MBC | Ano: 2017

Sinopse: Ho Won é uma mulher jovem que tem dificuldades para encontrar um emprego. Desesperada, ela tenta cometer suicídio, mas é resgatada e levada para o hospital, onde descobre que tem uma doença terminal. Logo em seguida, ela é contratada por uma empresa de móveis. Encarando a possibilidade de morrer, ela decide deixar-se levar. Mas sua nova atitude ousada a coloca em conflito com o seu chefe, Woo Jin.

No começo, eu estranhei um pouco porque não esperava que o drama fosse nesse nível dramático e realista, os posters e teasers representaram que ia ser uma história mais cômica do que a apresentada nos primeiros episódios. Depois de um tempo entendi o que o drama queria passar, e fiquei mais empolgada, já que ele falaria sobre o mercado de trabalho e quão cruel pode ser a vida de um empregado na Coreia (em qualquer lugar, né mas…).

Radiant1

A protagonista Eun Ho Won (Ko Ah Sung) estava maravilhosa, ela dava a impressão de que ia crescer muito ao longo da história e que ia arrasar e falar verdades, ou até que ia criar uma revolução naquele escritório e foi isso que me desapontou um pouco, porque apesar dela falar sim algumas verdades, ainda esperavas mais dela. E mesmo assim, ela foi a que teve o melhor desenvolvimento, a personagem sofreu, aprendeu, sorriu e evoluiu mas de um jeito “leve”.

2Radiant

E isso pode ser devido ao fato do drama ser bem realista, então ao mesmo tempo que critico, também elogio esse fato. Essa é a realidade em nossas vidas, por mais que tem hora que a gente explode, ou quer falar um milhão de coisas, a gente não pode dar a louca sempre, principalmente no trabalho. E ela se arriscou muito dizendo todos aqueles sermões cheios de alfinetadas que eu adorava.

Bom vocês perceberam que eu estou dividida, né?! Hahah. Apesar de tudo isso, eu gostava dela, muito! E foi uma personagem um tanto inspiradora. E não posso deixar de citar a atriz Ko Ah Sung que eu não conhecia mas já gosto demais. <3 Atuação tão natural, e ela é muito fofa e linda.

3radiant

Agora vamos falar sobre o Seo Woo Jin (Ha Seok Jin), o chefe chatão e insuportável. Eu só comecei a gostar dele depois de uns longos episódios, mesmo assim não morri de amores. Infelizmente, essa foi mais uma vez que o ator Seok Jin faz um personagem assim. Praticamente o mesmo de outros dramas que ele fez: o CEO bruto que fica legal no final. Alguém dá um papel diferente pra esse homem minha gente! Eu sei que ele é ótimo ator e tem potencial pra personagens infinitamente melhores.

Enfim, vou focar na parte que Seo Woo Jin fica mais legalzinho e então aprende muito com a Eun Ho Won. Porque mesmo que ele não tenha evoluído tanto assim, gostei da forma como ele aprendeu várias lições com ela.

E sendo Eun Ho Won a melhor coisa do drama, a segunda melhor é ver os personagens aprendendo com ela. 🙂

4radiant

Do Ki Taek (Lee Dong Hwi) foi o personagem mais engraçadinho. Também né, estamos falando de Lee Dong Hwi, esse ator é ótimo pra esses personagens cômicos, adoro ele.
Eu adorei Do Ki Taek e todo esse companheirismo que ele tinha com a Eun Ho. No começo até cheguei a shippar os dois, mas depois entendi o relacionamento de amizade entre eles e adorava a forma como ele se preocupava e cuidava dela, mesmo que sem poder fazer muito.

5radiant
Enquanto eu morria de amores por ele, ficava meio incomodada com Jang Kang Ho (Hoya) que às vezes parecia legal mas depois parecia que ia aprontar, que só queria ir atrás dos seus interesses e dane-se os outros…bom, Kang Ho foi legal, mas não tive muita empatia por ele. Mas confesso que gostava do relacionamento dele com a chefe, parece que um entendi o outro e eles eram bonitinhos juntos.

Do Ki Taek e Kang Ho não tiveram a mesma evolução da Eun Ho Won. Eles cresceram ao longo da história sim, mas em pequenos detalhes. O que eu mais gostava neles era a amizade com a protagonista. Esse trio foi um amorzinho desde o começo, um ajudando o outros, entendendo, dando conselhos, vivendo os mesmos problemas e suportando tudo juntos. ♥

tumblr_onmpeyDZE21tkneo3o2_540 tumblr_onmpeyDZE21tkneo3o3_540

Olha, se tem uma coisa que eu não gosto é personagem que fica em cima do muro! Ele não é mocinho, não é vilão, nem ele sabe o que é. Estou falando do Seo Hyun (Kim Dong Wook), que no começo é um médico apaixonante, um amorzinho de pessoa e do nada, um trouxa completo. E ele tem atitudes péssimas mas às vezes parece que ele não quer ser ruim, sabe? Parecia é que ele não sabia o que tava fazendo. O argumento do personagem pra fazer tudo que fez foi péssimo. Pra mim, foi um perdido na vida.

7radiant

Uma das coisas que eu gostei mesmo foi como o drama aborda também a forma que a mulher é tratada na vida profissional. Não só com os exemplos realistas da Eun Ho Won, mas também com Ha Ji Na (Han Sun Hwa) e Jo Suk Kyung (Jang Shin Young). Ha Ji Na que tinha uma vida amorosa complicada e sofria preconceitos em relação a ela ter melhor estabilidade financeira e profissional que seu namorado. E Suk Kyung, uma mãe solteira que trabalhava duro para crescer dentro da empresa, tendo que aguentar muita babaquice dos chefes homens que se achavam no direito de fazer o que bem entendiam.

Ambas as personagens cresceram bastante ao longo da história e fiquei muito feliz com as duas. Elas passaram a enxergar as coisas com outros olhos e descobriram que suas vidas são suas e elas podem ser e viver como quiserem.

8radiant

E claro, que na empresa trabalhavam outros funcionários inconvenientes que eu nem quero comentar por motivos de: não vale a pena mesmo.

Tem romance? Tem, mas bem de leve. Esperava mais desse romance sim, pelo menos uma ceninha já que o drama promete isso desde os primeiros episódios.

10radiant

O que me fez continuar o drama foi a curiosidade em saber o que ia acontecer com Eun Ho Won, já que ela tinha poucos dias de vida. Eu ficava preocupada com ela sendo às vezes imprudente, queria que ela ficasse bem. No fim acabei me envolvendo com os personagens e mesmo achando que o drama poderia ser mais impactante no geral foi um bom drama. Não foi algo fantasioso como o “e foram felizes pra sempre” como eu imaginei que seria no começo, foi real. A mensagem do drama é bonita. De pouquinho em pouquinho a gente chega lá.

E sem soltar spoilers só queria mencionar que o último episódio termina de uma forma que eu fiquei esperando uma continuação, pelo menos um especial pra mostrar o resto dessa história que termina tão ~what?!

Enfim, recomendo Radiant Office pra quem não quer ver romance melosinho e sim uma história mais realista.

Onde assistir?

Tem legendado no DramafeverKingdom Fansub e no Subarashiis Fansub.

 

RadiantOffice06-00042

E aí, vocês viram o drama? O que acharam?
Beijos, Mari.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

2 Comentários

  • Responder Ana Eliza May 9, 2017 at 7:00 pm

    Oie Mari primeira a comentar YAY o/ ..
    Confesso que fiquei dividida também em relação a este dorama , por abordar este tema me ganhou mas achei que alguns momentos rolou uma breve enrolação..fora o romance que eu espereva bem mais.
    E o final eu fiquei a mesma coisa WHAT???? como assim terminou daquele jeito , mas vida que segue kkk
    Bjus e obrigada por mais essa resenha , sucesso ;**

    • Responder Mari May 10, 2017 at 12:11 am

      Oi Ana Eliza! ♥
      Haha exatamente! Eu não achei que foi bem enrolação, foi mais morninho do que eu gosto, mas é isso aí, tudo bem né! hahaha
      Agora o episódio final partiu meu coração com o que aconteceu com “ele” (pra não soltar spoiler aqui) haha
      Obrigada! <3
      Beijos!

    Deixe um comentário