capa1
Coreia do Sul, Doramas, K-Drama, Viagem

Dicas e como preparar seu roteiro de viagem para a Coreia do Sul

Como vocês viram na parte 1 falei um pouco sobre o planejamento e os gastos básicos da viagem, agora vou dar algumas dicas pra você não passar perrengue e dicas pra montar um roteiro perfeito. 😊 Depois você pode ler a parte 3 com os locais de filmagem dos dramas que visitei na Coreia ~em breve~.

Dica é sempre bom né?! Eu queria ter lido mais delas antes de fazer a minha viagem, mas agora vou contar um pouquinho pra vocês de coisas importantes que valem a pena saber antes de ir viajar e eu só aprendi na prática.

Tempo de estadia

Uma das perguntas que mais escutei na Coreia foi “mas porque vocês vão ficar 17 dias? Estão só passeando mesmo?” haha~ por algum motivo os coreanos acharam que esse tempo era demais, enquanto pra mim passou voando. Mas eu diria a mesma coisa se alguém viesse pro Brasil pra ficar tanto tempo, ia pensar “nossa, mas pra que?!” haha

Eu queria mesmo era ter viajado pra outras cidades como Busan e Jeju durante o tempo da viagem, mas só consegui uma que foi Taebaek, por motivos financeiros mesmo. E mesmo assim, ficando em Seoul por todos os 17 dias, ainda assim não é possível conhecer toda a beleza do lugar. Então quando eu falo que o tempo que ficamos foi ótimo, deu pra fazer tudo que estava no nosso roteiro sim, é verdade, mas que eu gostaria de poder ficar pra sempre também é verdade. 😍😍 haha

2

Analise bem quanto tempo quer ficar (ou quanto tempo pode né? porque há uma série de coisas que influenciam isso como dinheiro, férias do trabalho/escola e etc.) para poder montar um bom roteiro. E veja também se vai viajar pra outras cidades.

Comunicação – Dá pra se virar com inglês? Vou ter que falar em coreano?

Essa era a menor das minhas preocupações quando fui viajar, já vimos inúmeras vezes nos dramas, músicas e outras pesquisas sobre cultura Coreana que eles tem um bom nível de inglês na maioria das vezes. Então mesmo eu tendo inglês intermediário imaginei que poderia me virar bem por lá.

Pra ser sincera, eu fui surpreendida, porque na verdade a maioria deles falam inglês e muito bem, muitas vezes melhor que nós. haha Até os ahjussis e ahjummas mesmo não sabendo, tentam falar uma palavrinha ou outra. Aw fofinhos! 💕

Talvez ao entrar em alguns restaurantes ou lojas muito tradicionais você se depare com pessoas que não falam nada de inglês mas não se preocupe também porque nada que uma boa mímica não resolva. Como quando precisávamos comprar remédio pra minha amiga, e a ahjumma não sabia falar com a gente, apenas apontamos pro estômago e deu tudo certo haha.

1
As comunicações do metrô são incríveis, eles tem placas e avisos em inglês, chinês, japonês. Se você estiver dentro do trem tem as televisões que mostram as próximas estações, o lado da porta que vai ser aberta e outras informações também nesses idiomas citados e no coreano romanizado pra facilitar pra gente que não sabe quase nada de hangul.

💛 Dica: leve os nomes dos locais que você quer visitar em hangul (한글), porque facilita muito na hora de mostrar pra um taxista, ou um coreano pra quem você está pedindo ajuda. Eles não entendem coreano romanizado! Você precisa mostrar do jeito certinho pra que entendam, vai te poupar muito tempo e muitos mal entendidos haha.

📱 App útil: Baixe o app Kakao Metrô (Android ou IOS), ele vai ajudar muito na hora de utilizar o transporte. Ele mostra que linha você deve pegar, o sentido do metrô, qual saída deve sair… muito bom. Demorei um pouquinho pra entender como funcionava mas depois que pega o jeito é bem fácil!

Internet, ceular, chip, Wi-Fi

Se você for consultar planos de chips internacionais pra ter internet todo momento vai ver que os preços são um pouco salgadinhos. Por isso como iríamos em três pessoas, optamos por um ovo de wifi, haha isso mesmo que você leu… na verdade o nome mais técnico seria roteador, mas eles chamam de egg, e nós também. 🙂

O ovo que compramos é o NeoKOSIM, e ele é basicamente um roteador que vai transmitir internet para até cinco dispositivos de uma vez só. Ele é recarregável como um celular, a promessa é que dura até 6h, mas com a gente durava tranquilamente 8h. Ele tem um preço mais acessível pra quem vai em grupo e pode dividir o valor pra todos, em vez de comprar um chip pra cada pessoa. Você pode pegar o ovo assim que chega no aeroporto e devolver lá mesmo na hora de ir embora. Para saber mais ou reservar/comprar o seu é só ir no site dele clicando aqui.

A Coreia tem sim vários pontos de Wi-Fi grátis mas nem sempre eles ficam perto de onde você estará, então conte muito com isso. Melhor garantir seu plano de internet temporária com chip ou ovo roteador.

💛 Dica: Se você consumir em cafés durante sua viagem, não jogue o cupom fiscal no lixo, geralmente nele tem a senha do wi-fi do local que você pode usar durante o período que estiver lá.

3
Cartão T-money, cartão Visit Korea e afins

O cartão T-money é o meio de pagamento que serve em metrô, ônibus, táxis e até algumas lojas. Você pode carregar ele em qualquer estação de metrô usando won (KRW). Você pode comprá-lo em qualquer loja de conveniência, sério, tem em todo lugar. Ele tem vários desenhos, temas, você pode comprar o que te agradar. Vimos até do BTS e EXO, deve ter de outros grupos também. Mas não tem diferença nenhuma entre eles, a não ser que o de um grupo pode ser mais caro que o cartão simples.

O cartão Visit Korea é um cartão especial para turistas que você também pode adquirir em qualquer loja de conveniência. Na verdade, esse foi um pouco mais difícil de achar, mas mesmo assim compramos ele porque a promessa é que ele dá descontos em atrações e tal… Mas não foi bem assim, tudo continuou sendo o mesmo valor mesmo usando esse cartão, que também é T-Money, pra deixar claro. Ou seja, pelo menos pra mim, o T-money normal que vende em qualquer loja teria sido da mesma utilidade que foi o Visit Korea. Recomendo que você compre qualquer T-Money e compre logo que chegar também pra já carregar e poder usar metrô tranquilamente.

É possível que você perca uns quilinhos na Coreia

Calma, não é por comer mal ou coisas ruins, mas porque você vai se tornar uma pessoa muito mais saudável nos dias que estiver lá. Acredite, a Coreia tem muito idoso e são pessoas saudáveis porque eles andam muito, principalmente de escada! Hahah~

Minha gente, eu não aguentava mais subir escadas! É raro ter escada rolante em estação de metrô, a maior parte é a escadaria convencional mesmo, e haja perna! A parte boa é que você se torna uma pessoa mais tonificada em poucos dias. hahaha 😂💪

Além disso há muitas lojas e restaurantes que não ficam no piso térreo, você sobe algumas escadinhas e pronto, tá num lugar incrível que nem imaginava que existia. Fique atento nas placas em cima de você na rua, elas vão mostrar que pode ter restaurantes bem legais em outros andares dos prédios.

ROTEIROCAPA
Como fazer um Roteiro de Viagem para a Coreia

Passadas as dicas, agora vamos falar um pouquinho sobre como preparar um bom roteiro. Eu sou uma dorameira muito da viciada, mas também gosto de kpop e sou apaixonada pela cultura coreana, as minhas amigas eram do mesmo jeito e resolvemos equilibrar todas as coisas que todas queríamos fazer. E mesmo não seguindo o roteiro muito certinho porque as vezes nossos planos precisavam ser mudados de repente, ele foi útil pra podermos visitar todos os lugares que queríamos, deu certo e conseguimos ir em tudo! 🎉🎉

1 – Que locais quer visitar?

A primeira dica é separar numa lista todos os locais que você deseja visitar, não importa no momento se sua lista ficar enorme porque depois você vai ter que selecionar as prioridades. Procure em sites como Visit Korea, blogs, pinterest, sempre tem pessoas indicando bons lugares para visitar na Coreia.

2 – Locais próximos

Agora a tarefa é verificar os locais que são próximos um do outro pra que você possa aproveitar ao máximo seu dia. Você pode utilizar o site Visit Korea que tem várias dicas, itinerários e até mesmo a página com o mapa interativo, onde você pode fazer rotas pra ver quanto tempo leva de um local até o outro e ainda o direcionamento (como chegar, quanto tempo de ônibus, metrô).

3 – Dias x Locais

Essa é a parte mais difícil se sua lista do item 1 ficou enorme. No meu caso tive que excluir vários locais da lista porque os dias que eu tinha não seriam suficientes pra ver tudo, mesmo tentando encaixar várias coisas num mesmo dia.

A minha dica aqui é que você não selecione mais de 4 locais por dia, se não você pode ficar exausto e não aproveitar nenhum deles. Mesmo sendo bem próximos, às vezes requer uma caminhadinha, umas transferências mais longas no metrô e isso pode te atrasar ou te fazer ficar de mau humor devido ao cansaço/coisas dando errado/perdas repentinas…

Lembre-se que é um país que você nunca visitou e é impossível achar que sabe andar por todo lado só porque o Visit Korea te deu as instruções de como chegar. Eu mesma fiz isso, achei que já tava manjando de tudo e me perdi legal no primeiro dia. 😉 ~ é errando que a gente aprende né? haha 🙈

4 – Finalizando o roteiro

Depois que você selecionou os locais próximos e encaixou nos dias que você tem, você pode montar uma lista bonitinha com todas as informações inclusive direções de um local para outro, vou deixar aqui um exemplo de como montei o meu roteiro:

ROTEIRO
Faça uma versão impressa dele e carregue sempre com você. 🙂

💛 Dica A: Se no meio da viagem algum plano der errado, fique tranquilo que isso é extremamente normal. Você pode substituir planos, alterar locais… de verdade, na hora tudo pode mudar por diversos fatores, pode chover, pode fechar por algum motivo. Calma que no fim tudo dá certo.

💛 Dica B: Ah, não esqueça de deixar períodos livres porque sempre pode surgir um plano de última hora ou você acabar vendo um lugar interessante que quer ir. Aproveite pra encaixar nesses espaços.

💛 Dica C: Se você não tiver o que fazer em algum momento, apenas saia pra dar uma voltinha pela rua, conhecer lugares ao redor do seu hotel ou hostel, há sempre locais impressionantes que não citam na internet mas você só vai descobrir explorando! 🚶

💛 Dica D: Experimente comer pelo menos uma vez numa lojinha de conveniência, esquentar sua marmitinha no microondas ou colocar água no miojo e comer lá mesmo. Dorameiros piram de felicidade. 💕💕

 

E é isso! Em breve tem mais post! 

 

Dúvidas? comenta aqui embaixo! 🙂

Beijos, Mari!

Previous Post Next Post

You Might Also Like

8 Comentários

  • Responder Carla Silva October 27, 2017 at 3:27 pm

    Mari, tu ja pode montar a tua agência de turismo hahahahahahahah és uma otima guia, sabes bem montar um roteiro, eu gosto de ver os mapas na net antes de chegar no hotel e também sou dessas de deixar a bagagem e explorar os arredores do hotel, essa é uma dica bem legal. a gente acaba fazendo amizade com todos que moram perto e tem otimos restaurantes e bares, fiz isso quando fui a Barcelona, em 1 semana que fiquei la, na ultima refeição do dia gostava de ir a um bar (tapas) como eles chamam, para comer e falar sobre o meu dia de passeio com a dona e ela dava muitas dicas. eu tenho uma pergunta, não tem “yellow bus tours” em Seuol??? por mais que eu tenha um roteiro na mão eu gosto sempre de fazer esse passeio de Bus pela cidade, se passar 2 vezes melhor ainda hahahahahahahhaha adorei as dicas, estou a espera do próximo post.
    bjinhos.

    • Responder Mari October 30, 2017 at 11:28 am

      Hahahahhaha obrigada 💛 Tem sim esses ônibus de turismo, eu até ia pegar uns dias mas acabou não dando. Eles são legais mesmo, tem vários desses em Seoul! Acho válido pegar sim! 😀
      Beijos!

  • Responder Regina Phalange October 30, 2017 at 12:59 am

    Mas, meldels, é orgulho demais dessa pessoa! 👏👏👏 Próxima viagem que eu fizer, vou te pagar pra fazer meu roteiro 😌

    Ótima dica a de explorar lugares, até porque é andando pelas ruas que vc realmente vivencia a cultura e o dia-a-dia da cidade sendo visitada. Explorar é vida! Todo roteiro deveria ter pelo menos um momento “não-óbvio”, não turistão. 👏👍

    Arrasou no Post de novo, dona Mari 😘

    • Responder Mari October 30, 2017 at 11:37 am

      Regina Phalange Ginger Neul você me deixa com vergonha hahahah 🙈🙈 Siiim, os lugares que “achei” eram os melhores! <3
      Obrigada! Beijos!

  • Responder GABRIELLE MITSUE October 30, 2017 at 2:07 am

    Oi Mari, que sonho! ♥

    Ansiosa pelos roteiros ondem foram gravados os dramas, deve ter sido uma experiencia incrível.

    Beijos, Gabi! <3

    • Responder Mari October 30, 2017 at 11:39 am

      Oi Gabi! Vou postar essa semana! 🙂 Beijos! ♥ Obrigada!

  • Responder Orihime October 31, 2017 at 3:50 am

    Oi, Mari! Descobri seu blog há pouco tempo e estou “comendo” as postagens. Hahah Tenho super interesse em viajar para Coreia do Sul e também para o Japão , por isso adorei essas suas postagens sobre a viagem. É sempre bom pegar mais dicas, li algumas coisas aqui que não tinha visto em outros lugares. Agora, uma coisa me chamou a atenção! Essas imagens do roteiro de viagem, são do seu próprio roteiro né? Ficou muito lindo! Seria muito pedir que disponibilizasse um modelo desse roteiro ou algo assim? Aí poderíamos fazer download e ir modificando e adaptando. Achei super fofo! Obrigada pela atenção e parabéns pelo planejamento e viagem!!! 🙆👏

    • Responder Mari November 6, 2017 at 6:29 pm

      Oii! Obrigada! Ah, é do meu roteiro sim, vou disponibilizá-lo assim que tiver um tempinho de subir ele aqui no post, tudo bem?! 🙂
      Beijos!

    Deixe um comentário