Doramas, Entretenimento, K-Drama

My Ahjussi (My Mister) – K-Drama

Eu comecei a escrever sobre esse drama e parei umas três vezes porque eu não conseguia mais pensar em outra coisa além de: assistam My Mister porque é maravilhoso!! 💛 Fazia um tempo que um drama não me pegava tanto quanto My Mister, na verdade, tá sendo uma temporada de dramas bons né, mas esse superou todas as minhas expectativas e me conquistou em cada pequeno detalhe.

Com um roteiro muito bem escrito, personagens imperfeitos e infelizes, My Mister (My Ahjussi) conta uma linda e profunda história sobre relacionamentos humanos e o quanto eles podem ser fascinantes. De um lado temos um homem em seus 40 anos que parece ter uma vida perfeita mas lida constantemente com a infelicidade e do outro uma jovem de 20 e poucos anos que não tem mais esperança na vida. É um drama incrível e emocionante, diferente de tudo que já vi.

My Ahjussi (My Mister)
나의 아저씨
Episódios: 16 | Emissora: tvN | Ano: 2018

Sinopse: Park Dong Hoon é um engenheiro de uma firma de arquitetura. Ele já passou por maus bocados: um casamento complicado e seus dois irmãos chegaram no fundo do poço na vida. Reservado e fiel, Dong Hoon se importa muito com sua família, mas sua cautela diante da vida evita qualquer mudança em seu cotidiano. Mas tudo está prestes a mudar quando ele conhece ela: Lee Ji An. Ji An já passou por muitas dificuldades e tem uma montanha de dívidas acumuladas para pagar. Ela aceita qualquer trabalho que aparece em sua frente, mas a sua próxima tarefa será a mais difícil: conhecer mais sobre o Park Dong Hoon. O que começa como apenas um trabalho, acaba se tornando uma conexão verdadeira com um homem avariado. Com o tempo, eles percebem que a proximidade pode ajudar a curar feridas emocionais um do outro. (Sinopse por Filmow)

O drama me pegou bem antes de começar, logo quando eu soube do elenco, da diferença de idade entre os protagonistas e toda a polêmica que os envolveu. Claro que um romance entre um senhor de mais de 40 anos de idade uma jovem em seus 20 seria muito criticado na Coreia, mas a roteirista já deixou bem claro antes mesmo do drama ir ao ar que My Mister não se tratava de um drama de romance. Na época fiquei meio frustrada pensando que talvez teriam mudado isso por conta da polêmica, mas ao assistir aos primeiros episódios já pude perceber que realmente, o romance estava fora de cogitação porque tudo que esse drama queria passar para nós é muito mais do que romance entre um casal, mas sim uma bela história sobre quão fascinante podem ser os relacionamentos humanos.

My Mister vai do drama e tristeza ao coração aquecido em minutos, não é uma história que vai te fazer chorar o drama inteiro, nem rir… o enredo tem um ótimo equilíbrio emocional. Li em algum lugar, uma associação que faz muito sentido: esse drama não é aquela amiga que te anima quando você está triste, mas aquela que te abraça e chora com você, aquela que entende o que você está passando e te ajuda a liberar tudo que você precisa até que se sinta confortável.

Eu não estava emocionalmente bem enquanto assistia ao drama, mas não me senti pior por causa dele, pelo contrário, me apaixonei, meu coração se encheu de alegria pela sensibilidade única da história e ainda tirei lições de vida importantes e a principal delas é que nós sempre teremos problemas durante a vida, não importa nossa idade. Por isso não podemos desistir de viver felizes, não podemos apenas suportar nossos dias. Acho que a maioria, aliás, todos os personagens nesse drama vivem suas vidas infelizes em algum ponto. Alguns mais que outros, mas todos tem suas dificuldades e coisas das quais gostariam de mudar. Mas conforme você vai assistindo, vai entendendo mais sobre a vida e os motivos para se manter firme.

São tantos sentimentos! Ao mesmo tempo que é melancólico, também é lindo e reconfortante. O roteiro foi muito bem escrito e a direção e produção do drama estão de parabéns!


Park Dong Hoon
(Lee Sun Kyun), ou apenas Ahjussi é engenheiro na empresa que trabalha há muitos anos. Ele é chefe de uma das equipes de engenharia, mas devido ao seu tempo de trabalho, poderia ter sido promovido a diretor, mas esse cargo foi ocupado por um de seus hoobaes (pessoa mais jovem ou com menos experiência). Além de trabalhar muito e não ter reconhecimento, Dong Hoon tem um relacionamento cansativo com sua esposa e ela o trai. Ele é o irmão do meio entre os três irmãos, mas é o que tem uma condição financeira melhor, é praticamente o orgulho da família. Ele é claramente infeliz, mas vive apenas “suportando” seus dias.

Apesar de toda infelicidade, o Ahjussi consegue ser uma das pessoas mais perfeitas desse mundo, um anjo, pela sua personalidade doce, pelo seu coração bondoso, pelos seus atos cheios de sabedoria. Chega um determinado momento do drama, que a gente fica desejando uma pessoa como o Ahjussi em nossa vida. Lee Sun Kyun realmente foi perfeito pro papel! Eu não teria escolha melhor, o ator sempre fez excelentes trabalhos mas confesso que esse foi o que mais se destacou, pelo menos pra mim. E essa voz única que ele tem vai ficar sempre marcada no meu coração como a voz do Dong Hoon, a voz do Ahjussi mais amorzinho desse mundo! ❤

“O simples fato de que há alguém torcendo por mim, me ajuda a respirar.” — Park Dong Hoon (My Mister)


Lee Ji An
(IU) ou “a garota que nunca está vestida pro frio” segundo nosso Ahjussi, é uma jovem que trabalha no mesmo setor de Dong Hoon, mas Ji An é responsável pelas correspondências e alguns recibos, uma mulher quieta e estranha que é quase inotável na empresa. Ji An vive uma vida complicada trabalhando em vários empregos a fim de pagar sua dívida para os agiotas, é a única responsável por cuidar de sua avó e ainda tem um passado obscuro.

Apesar de parecer pequena e frágil, Ji An está longe dos padrões que conhecemos das protagonistas nos kdramas. Ela está realmente cansada da vida, sem motivos nenhum pra continuar além da sua avó. Ela faz trabalhos sujos em troca de dinheiro, não liga pra absolutamente nada e ninguém, é direta, cínica, não tem um pingo de ânimo ou sequer esperança. Mas a verdade é que Ji An é uma personagem preciosa demais. Quando a via chorando queria abraçar, quando a via cansada de tanto trabalhar, queria ajudar e quando a via apanhar, eu queria entrar no drama e protegê-la! 💔

“Crianças que passam por muito sofrimento, crescem rápido demais.” — My Mister

Que eu sou fã da IU acho que todo mundo já sabe, amo tudo que ela faz, desde IU cantora, IU atriz, IU como pessoa mas posso dizer mais uma vez o quanto ela estava incrível? Mas dessa vez é por ela ter feito uma personagem realmente diferente de tudo que ela já fez. Tanto ela, quanto o Lee Sun Kyun  expressavam em muitas cenas todos os sentimentos num olhar, e olha que eram sentimentos pesados, profundos e melancólicos. IU se dedicou muito pra esse papel, ela atuou tão bem que enquanto assistia ao drama até esquecia que era a doce IU ali.

Vou continuar falando dos outros personagens para depois falar mais sobre o Ahjussi e Ji An.


Kang Yoon Hee
(Lee Ji Ah) é a esposa de Dong Hoon, uma advogada que também é bem de vida. Yoon Hee também vive infeliz em seu casamento, e acaba traindo Dong Hoon com Do Joon Young (Kim Young Min), o mesmo hoobae que eu citei lá em cima, aquele que “roubou” o cargo dele na empresa. Joon Young é um ser desprezível pra não chamar de humano. Ele quem contrata Ji An para demitir Dong Hoon e morre de inveja de tudo que ele tem.

Eu realmente queria ter paciência pra falar sobre esses dois personagens, mas não tenho muita não. A esposa do Park Dong Hoon ainda não é a pior personagem do drama. O que ela fez pro marido foi terrível, claro, mas assim como todos os outros personagens ela teve seus motivos, os quais eu não entendo, não justificam, mas humanos erram, né? Agora o Joon Young, ele era ruim mesmo.


Park Sang Hoon
(Park Ho San) é o irmão mais velho do Dong Hoon, ele foi demitido e está desempregado há um tempo. Ele está em crise com a esposa e vivem separados. Ele mora com a mãe e seu irmão mais novo. Park Gi Hoon (Song Sae Byeok), um ex diretor de cinema que agora também está desempregado. Ambos tem coração bom como Dong Hoon mas a vida não é fácil para eles também. As cobranças da sociedade e da família por serem ahjussis desempregados e “perdidos” na vida os atormentam dia e noite.

Sang Hoon e Gi Hoon são um tanto irritantes como irmãos, mas quando as coisas apertam ou alguém mexe com um dos três, aí eles se unem, mas se unem com uma força sem igual! Amava ver cenas dos três irmãos juntos, nem que fosse bebendo enquanto conversavam sobre a vida, às vezes saiam coisas sem noção pricipalmente do cômico Sang Hoon mas muitas vezes tudo que eles falavam fazia tanto sentido. Eu só desejava que todos eles tivessem um final feliz, porque olha, mereciam. 💛


Falei que Ji An trabalhava duro para pagar dívidas que tem com agiotas e o asqueroso é Lee Gwang Il (Chang Ki Yong), um jovem  que tem uma história de longa data com ela e sua família. Não vou contar mais sobre eles para não dar spoiler do quão interessante é a história deles. Mas queria deixar aqui meu comentário de que gostei muito de ver Ji An sendo durona em todas as cenas deles, até mesmo quando ele batia nela, desde pequena ela cresceu vendo violência. Eu o odiava por isso, com todo o meu coração! Mas que a história deles era muito profunda não posso negar. Os conflitos entre eles daria até um bom drama só deles (exceto pela parte dele ser extremamente violento), mas o relacionamento entre eles, as conexões e a forma como tudo aconteceu, chega me arrepiar só de lembrar do triste destino.


Agora vou falar de mais algumas mulheres sensacionais nesse drama. Uma delas é Choi Yoo Ra (Nara) uma atriz quase falida que tem muitos traumas e uma história com Park Gi Hoon. Amei ver o crescimento da personagem e mais ainda por ela ter se juntado à turma para trazer alegria e bom humor, principalmente pro coraçãozinho zangado do irmão do Dong Hoon. Apesar de ter ficado incomodada em alguns momentos por ela depender demais dele. Yoo Ra tinha um grande potencial.
Outra mulher incrível é Jung Hee (Oh Na Ra), dona do bar que os ahjussis frequentavam. Por trás dessa simpatia e alegria Jung Hee escondia também um coração machucado, mas apesar de toda dificuldade ela estava sempre ali sorrindo com seus clientes, que pareciam mais seus amigos. Sem mais pra não dar spoiler, mas ela era muito maravilhosa sim!

A mãe dos nossos ahjussis merece ser citada porque que mulher guerreira essa Byeon Yo Soon (Ko Du Shim)! Primeiro que pra cuidar tão bem e com tanto carinho daqueles marmanjos bagunceiros, ela precisa ser muito bondosa mesmo. haha Mas gostava de ver o quanto ela os tratava bem e também os repreendia e dava lições, porque mãe é assim mesmo não importa quantos anos os filhos tenham. 💕


E agora finalmente, uma das personagens mais especiais, a vó da Ji An (Son Sook), essa senhorinha fofinha que não podia falar, ouvir e andar mas conquistou todos nós com seu amor pela Ji An, seu coração de ouro e suas sábias palavras que até os últimos minutos do drama ainda encheram meu coração de alegria. Vovó da Ji An, obrigada por ser tão linda! ❤ Eu amava vê-las juntas, andando no carrinho de supermercado, admirando o luar… era um amor sem igual.

Cheguei nessa parte do meu texto e estou extremamente emocional, meus olhos encheram de lágrimas 😢, os sentimentos voltaram todos. Eu peguei muito amor por esses personagens infelizes e cheios de problemas, queria adotar todos eles e dar carinho e amor, como faz?


Bom, vamos prosseguir. A história vai contando um pouquinho de cada personagem, mas focando no desenvolvimento dos protagonistas Ji An e Dong Hoon. É no momento em que eles mais precisam que ambos vão se encontrar. A princípio o relacionamento deles começa porque Lee Ji An se envolve com o diretor da empresa para fazer um dos trabalhos sujos que ela faz: demitir Dong Hoon da empresa. Mas depois de se aproximarem, Ji An conhece o verdadeiro caráter do Ahjussi, um humano que faz tudo que pode e mais um pouco para ajudá-la.

Já disse lá em cima, e vou repetir: o relacionamento deles não é romance! O relacionamento deles é muito mais especial do que isso. Eles são pessoas parecidas, tentando aguentar suas vidas difíceis, tentando cuidar daqueles que amam. Dong Hoon encontrou na Ji An alguém com quem se identificava, alguém que o fazia bem ajudar. E ela encontrou nele uma luz no fim do túnel, alguém em quem ela finalmente podia confiar. O sentimento entre eles é de carinho, amor por um amigo ou um parente.


E como era lindo ver esses sentimentos. 💛 O companheirismo e a preocupação mesmo que abafados porque eles não podiam e nem se permitiam evidenciar esses sentimentos por conta de toda situação na empresa, na família e mais ainda porque ambos eram pessoas machucadas demais, pessoas que dificilmente se abriam, Ji An principalmente. Me senti tão envolvida pela história deles, pela forma como se aproximaram. Como Ji An foi aos pouco se permitindo confiar e como ambos se ajudaram. E acredite, além de tudo que citei aqui, eles ainda tem muito com o que lidar. Dong Hoon com aqueles chefes e pessoas terríveis no trabalho, Ji An cada vez mais presa num jogo sujo que ela mesma começou… a gente fica com o coração na mão.

“É difícil estar perto de uma pessoa que viu você tão vulnerável”.
— My Mister

Amava quando os três irmãos, os ahjussis do bairro, a Yoo Ra e todo mundo se juntavam no bar da Jung Hee. 💖 Alguns momentos eram cheios de felicidade, mas mesmo que por trás daqueles sorrisos tinha muita dor, eles ainda eram amigos que compartilhavam os bons e maus momentos. E que amizade bonita, que bairro mais cativante.

O desfecho do drama foi a coisa mais linda, sinceramente.  My Mister é um drama tão perfeito que eu fico sem palavras, não sei nem se consegui explicar nesse texto o porquê dele ser tão bom, mas tudo que consigo pensar no momento é: vejam esse drama porque ele é MARAVILHOSO.

“Realmente vivi a minha vida pela primeira vez porque te conheci, ahjussi.” – Ji An

A cinematografia é linda, principalmente nas cenas noturnas, nas ruas iluminadas do bairro, nas cenas de neve. Tudo muito simples mas tão lindo. 😍 Alguns momentos a edição do drama lembravam muito Misaeng, claro, o diretor é o mesmo. E eu só agradeço porque ele consegue transmitir emoções extremas em seu trabalho bem feito.   A OST então é a perfeição! A música Adult da Sondia ficou tocando aqui no repeat por dias. E quando saiu a Rainbow do Vincent Blue, aí ficaram as duas no repeat. Mas todas são incríveis e tem a playlist completa no Spotify!

 

 

Ah, vou deixar aqui na caixinha de spoiler, um diálogo que vou guardar pra sempre em meu coração. 💖💖 Mas é um pequeno spoiler, então só clique se quiser mesmo ler.

 

Onde Assistir?

Tem My Mister legendado no Kingdom Fansub e no Dramafever.

 

E vocês, já viram?? Me conta!

Beijos, Mari! 😘

Previous Post Next Post

You Might Also Like

12 Comentários

  • Responder Livia Mendes Valença June 1, 2018 at 3:04 pm

    My Ahjussi foi um drama que me pegou de jeito! Admito que o grande motivo de eu ter começado a assisti-lo foi o fato da IU ser a protagonista, mas depois de apenas um episódio eu me vi apaixonada e totalmente envolvida com todos os personagens. Eles são tão reais, pessoas que se machucam e que erram, ao mesmo tempo que também são gentis e bondosos (tirando aquele mostro que nem pode ser chamado de humano: o Do Joon Young). Eu amava ver a interação entre os personagens, principalmente quando todos se reuniam no bar da Jung Hee, mas o relacionamento mais emocionante de todos com toda certeza é o da Ji An com o Ahjussi! O relacionamento dos dois vai muito além do romance por isso achei maravilhoso que eles não tivessem colocado os dois como um casal! Agora, se tem uma coisa que eu amei foi o final dessa emocionante história, ver o sorriso do Ahjussi ao encontrá-la novamente, nossa, foi maravilhoso! Bom, vou parar por aqui, só queria dizer que amei muito a sua resenha Mari, conseguiu passar muito bem tudo que esse drama tem de maravilhoso! Beijos <3

    • Responder Mari June 4, 2018 at 5:10 pm

      Oi Livia! ♥ Que bom ver você aqui!
      Realmente o final foi lindo demais, eu nunca vou esquecer da evolução enorme que a Ji An teve e tudo graças ao coração bondoso do Ahjussi que era um verdadeiro anjo na Terra. Obrigada pelo comentário! Beijos! 💛

  • Responder Aline Falcão June 1, 2018 at 8:08 pm

    Eu só posso dizer que esse drama foi pra mim a mais grata surpresa desse ano! Cada detalhe, cada personagem e a profundidade de cada um deles me pegou de jeito! Eu achava o silêncio em algumas cenas sufocantes, e tão cheio de significado! A gente conseguia sentir cada expressão dos atores! Eu certamente assistirei de novo! Pra mim foi excepcional!

    • Responder Mari June 4, 2018 at 5:11 pm

      Oi Aline! Eu também vou assistir de novo com certeza! Foi maravilhoso e o que você disse “eu achava o silêncio em algumas cenas sufocantes, e tão cheio de significado” é a mais pura verdade! ❤ Amei demais!
      Obrigada pelo comentário! Beijos

  • Responder Fran June 5, 2018 at 2:31 am

    Eu Só Amei, de verdade, Muito Ahjussi veio num momento perfeito e me ajudou a supera alguns momentos difíceis. O drama realmente transmitiu esse sentimento de grandeza que existe dentro de nós e que alguém pode despertar essa sublime sensação. Queria cuidar de todos os personagens, acabou que eles me acolheram com suas palavras. E essa OST
    ?!aaaaaaaah ❤

    • Responder Mari June 5, 2018 at 1:49 pm

      Oi Fran! Tudo perfeito demais né?! Eu tenho a mesma sensação que você! 💕💕 Beijos e obrigada pelo comentário!

  • Responder David Oliver July 9, 2018 at 12:56 am

    Confesso que esse era um dorama que eu nem ia assistir, e novamente, você me convenceu com sua resenha maravilhosa.
    Só sei que eu sinto que esse drama, Misty e Mother vão estar no seu top 10 no final do ano. Será que estou certo??

    • Responder Mari July 11, 2018 at 2:37 pm

      Oi David! Aaaah, você PRECISA ver esse drama! hahah Sinceramente! 🙂
      Hahahaha acho que você já conhece meus gostos mesmo hahaha até agora esses aí são fortíssimos candidatos a TOP 10 sim!

  • Responder Maria Rita July 11, 2018 at 12:49 am

    Cara, o que falar de My Ahjussi? Foi o meu primeiro drama e o apego que eu tenho com ele até hoje é gigantesco, é o meu xodó. Queria primeiro começar dizendo que o seu texto sobre esse drama está incrível e tão igualmente apaixonante quanto o drama. Você conseguiu descrever exatamente tudo o que eu senti e o que eu pensei a cada episódio dessa maravilha. Já tirei mil prints das frases que vc destacou e que também foi um dos motivos desse dorama me pegar de jeito. Eu simplesmente amei tudo, o roteiro, o desenvolvimento, a atuação, as relações retratadas, e aquele final, DIVINO. Eu confesso que comecei assistindo sem saber que os protas não ficariam juntos e depois de um tempo mesmo que ainda quisesse que eles ficassem, o relacionamento deles já era tão belo de se vê que eu já não pedia mais nada. A história não me deixou margem pra desejar mais nada, ela simplesmente foi além de tudo que eu esperava. É a minha preferida não só desse ano mas em um contexto geral desse mundo de k-drama. Todos os personagens são tão significativos que realmente dá vontade de guarda – los em um pontinho e proteger desse mundo. Você praticamente já disse tudo, sobre a vovó maravilhosa, linda, fofa e sábia, sobre a nossa prota que realmente dava vontade de segurar no colo e dizer que ia ficar tudo bem. Meu coração apertava toda vez que via ela chorando, o Park Dong Hoon também, me cortou o coração ainda mais por ele sempre tentar manter a aparência de forte e inabalável, mas com o coração tão frágil e doce. Ai ai, sem palavras, me diverti também com os irmãos dele. Perfeito, simplesmente perfeito, My Mister, é extraordinário por si só. A direção é todos os envolvidos fizeram um excelente trabalho e que deu o resultado que merecia. Teu muito orgulho, respeito e admiração.

    • Responder Mari July 11, 2018 at 4:55 pm

      Oi Maria Rita! Não acredito que esse drama incrível foi seu primeiro drama, estou feliz demais ? Começar bem assim é raridade. Se bem que quando a gente assiste o primeiro, pode ser bem ruinzinho mas marca. haha Feliz que você tenha gostado tanto assim! ? Eu também me apaixonei, bom, você viu o quanto… haha
      Espero que goste dos próximos dramas que verá também. Obrigada pelo comentário! Se precisar, estou aqui! Beijos!

  • Responder Ge July 24, 2018 at 3:04 pm

    oi, mari tudo bem? Quando vi noticias sobre my ajussi . Eu disse; Assistirei!!! 2 motivos; IU e a voz inesquecível de Lee Sun Kyun. Ele me cativou em Coffee Prince. Amei My Ajussi. Já estou nessa faixa dos 40 anos e me vi nesse drama. Chegar nessa idade e ver no que vc se retornou, às vezes, é difícil. E vc se pergunta? O que foi que eu fiz???? Mas vc tem que prosseguir. Não tem para onde correr. Eu terminei my ajussi hj depois de qse 40 dias. Tive que dá um tempo depois do 13 ep pq me tocou muito. E me fez pensar sobre escolhas, sonhos, mas a vida segue… Abs

  • Responder David Oliver July 31, 2018 at 7:37 pm

    Caralho eu amei ter assistido esse dorama, virou um dos doramas que mais amo na minha vida com toda ctz… Td bem que isso é relativo co o momento que estamos assistindo, mas esse dorama só perde pra Goblin, nos meus favs da vida ♥
    Fiquei muito triste em ver que ele não está sendo tão valorizado quanto merecia… Espero que mais pessoas assistam e entendam toda a maravilhosidade que essa obra trás, falando de temas tão importantes ♥♥

  • Deixe um comentário